Arquiteto-croquis-casa-a-venda-arraial

5 Vantagens ao comprar uma casa de empreendedora de imóveis

Vantagens em comprar casa em Arrail d’ajuda direto de uma Empreendedora-Constutora

Se você estiver comprando um imóvel novo ou na planta, fazer negócios com uma Empreendedora-Construtora é uma boa maneira de garantir que seu investimento seja bem-sucedido.

Empresas de construção e empreendimento têm duas áreas distintas de responsabilidade por todo e qualquer projeto de imóvel. Porém, quando uma única parte assume os deveres e responsabilidades de ambos aspectos, os benefícios são repassados ao comprador.

Qual o papel de uma Empreendedora Imobiliária

Primeiro, vamos analisar a função de uma empreendedor imobilária em um imóvel novo. Ela é a primeira parte a imaginar como será o imóvel, uma vez construído, e tem uma “visão” para cada empreendimento. Os empreendedores desenvolvem essa visão para todo o imóvel, compram o terreno e o preparam para a construção. Essas atividades incluem:

Obtenção das autorizações necessárias
A Divisão dos lotes de construção
Colocão da infra-estrutura básica, com esgoto, linhas elétricas, disponibilidade de água,
Em alguns casos, como loteamentos, a construção ruas, calçadas, meio-fios,
Trabalham com arquitetos e outros profissionais para projetar edifícios,
Em suma, deixam tudo pronto para que a construção possa começar. Pode ser um processo demorado, mas empreendedores têm uma visão de longo prazo de um investimento. O corretor ou agente imobiliário irá vender o terreno a um construtor ou contratar um construtor para construir os edifícios.

O que é papel do construtor

Um construtor é notadamente diferente de um empreendedor e tem tarefas diferentes. É comum que os construtores comprem um lote acabado de um encorporador ou empreendedor. Eles operam como fabricantes com o objetivo de comprar materiais e suprimentos “na hora certa” e vender os imóveis o mais rápido possível. Por isso preferem não manter seu investimento por muito tempo.

As Construtoras são responsáveis pela construção dos edifícios. Eles gerenciam o canteiro de obras, coordenam o comerciante, trabalham com arquitetos e garantem que os acabamentos e a execução sejam feitos corretamente. Se uma casa for vendida fora na planta, também podem consultar os proprietários sobre acabamentos personalizados.

O que é uma Empreenderora-Construtora?

Há empresas, como a Porto Santa Cruz, que administram desde o início um empreendimento imobiliário até a venda das habitações concluídas ao público. Trabalhar com um desenvolvedor / construtor possui muitas vantagens para o futuro proprietário.

5 Vantagens da compra de propriedade de uma empreendedora-construtora

O comprador tem um ponto de contato que permite estimativas de conclusão mais precisas.

Não há confusão sobre papéis e responsabilidades. O comprador não apenas sabe quem deve entrar em contato. Também sabe quem é responsável por cada etapa do processo.

Existe uma visão única para o imóvel. Quando a empreendedora sabe que vai construir e vender as propriedades, geralmente cria mecanismos para facilitar e otimizar a tomada decisões sobre planejamento, arquitetura e até mesmo paisagismo.

Há menos atrasos na construção porque algumas tarefas podem ser feitas em conjunto quando a mesma empresa está realizando o desenvolvimento e a construção.

Uma empreendedora-construtora adota uma visão holística de longo prazo do investimento, permitindo a economia de custos repassados ao comprador.
Empreendedores e Construtores têm objetivos distintos que às vezes podem ser muito diferentes. Quando uma única empresa gerencia tudo, o comprador se beneficia de um único foco. O imóvel é gerenciado e construído a partir de um ponto de vista, tornando mais fácil para o comprador e mais rentável.

Você já pensou em comprar uma propriedade de uma empreendedora-construtora?

É viável obter crédito para comprar um imóvel em 2018 apesar da Crise?

Como visto em alguns artigos anteriores do blog, investir em imóvel continua a ser bom negócio, porém, quem está planejando financiar a compra da casa própria em 2018 deve ficar atento às mudanças que devem acontecer no mercado de crédito imobiliário nos próximos meses. O governo vai reduzir o subsídio à classe média, hoje oferecido por meio da linha de crédito Pró-cotista, que utiliza recursos do FGTS. A linha é a mais barata depois do Minha Casa, Minha Vida.

Essa medida, em tese, poderia encarecer o financiamento para quem busca imóveis com valor em torno de R$ 1 milhão. Por outro lado, bancos privados estão atentos ao setor e já dão sinais de que pretendem reduzir as taxas  conquistar participação nesse mercado, hoje dominado pela Caixa Econômica Federal.

O aumento da concorrência, combinado com a queda da taxa básica de juros (Selic) e com a recuperação da economia, colaboram para que as taxas de juros praticadas no financiamento imobiliário diminuam, aproximando-se da taxa subsidiada do Pró-cotista, dizem os especialistas.

Menos recursos para imóveis de classe média O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) decidiu reduzir o volume de recursos do fundo destinado à habitação no ano que vem. O orçamento total do FGTS para 2018 será de R$ 85,5 bilhões, cerca de 3% menor do que os R$ 88,2 bilhões previstos para 2017. O setor de habitação receberá R$ 69,4 bilhões no ano que vem, abaixo dos R$ 71,7 bilhões aplicados neste ano.

O segmento com maior corte será a linha de crédito Pró-cotista, destinada a financiar imóveis para a classe média, com valores entre R$ 250 mil e R$ 950 mil (ou até R$ 1,5 milhão, se o imóvel for novo e estiver no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro ou Minas Gerais). A linha de crédito terá apenas R$ 5 bilhões disponíveis no ano que vem, 35% a menos do que os R$ 7,7 bilhões liberados neste ano e volume 42% inferior aos R$ 8,6 bilhões disponibilizado em 2016.

Vale destacar que a linha Pró-cotista já foi insuficiente para atender à procura na Caixa neste ano, que suspendeu em junho os financiamentos nessa modalidade por falta de recursos. Além da Caixa, o Banco do Brasil também oferece a linha Pró-cotista e ainda tem recursos disponíveis.  Leia mais